Um dos pequenos grandes crimes da ditadura militar

Por Allan Patrick

Palácio da Alvorada, uma das principais vítimas. Foto: wikipédia.

Limpando as gavetas para arrumar a bagagem para o meu retorno ao Brasil, tenho encontrado minhas anotações de artigos da imprensa londrina sobre o Brasil. Numa delas, a revista do Wall Street Journal de 23 de junho de 2011 publica uma matéria, Dreaming of Brasília, mostrando como os militares jogaram literalmente no lixo móveis desenhados por Niemeyer, fazendo a fortuna  de antiquários que resgataram essas preciosidades e às venderam, principalmente, a compradores em Nova Iorque.

A matéria mostra que, aos poucos, com o avanço dos sucessivos regimes democráticos, a cidade vai se recuperando do período de trevas.

Caça às bruxas. Século 21. Ano 2010

Por Allan Patrick

Uma pequena pausa para tratar de um assunto fora do tópico deste caderno. Enquanto a imprensa nacional e internacional gasta litros de tinta e horas de reportagem para tratar de democracia em Cuba e no Irã, numa monarquia absolutista conhecida como Arábia Saudita (saudita porque pertencente à família Saud), dá-se a condenação à pena de morte por decapitação de um ser humano acusado de… bruxaria! Isso mesmo, você não leu errado, bruxaria! A matéria pode ser vista na Agence France-Presse (em inglês). A repercussão na imprensa internacional e nacional, face ao absurdo da situação, é praticamente nula.